Um movimento comunitário ainda não identificado da cidade Correntina localizada no Oeste baiano,  invadiu, nesta manhã de quinta-feira 2/11, duas grandes fazendas do Município, para peitar fazendeiros que retiram água de forma desordenada dos rios que banham a cidade, para irrigar uma agricultura de grande porte. 

 Os invasores se auto-denominam moradores da Comunidade Ribeirinha do Rio Arrojado distrito de Correntina.





Cerca de 500 pessoas, armadas de paus, pedras e facões, participaram do movimento que pretende coibir a retirada de águas dos rios  pelos grandes projetos de irrigação da região. Uma das fazendas invadidas é conhecida como Igarashi e a outra como Curitiba. 

 Policiais da CIPE Cerrado ainda tentam conter os manifestantes e reforços foram deslocado para a região, o clima é tenso na cidade, a guerra pela água entre latifundiários e população vem sido travada em diversos municípios da Bahia e do Brasil.

ItapetingaNotícias com fotos e informações Jornal o Expresso