Um pedreiro de identidade preservada levou a maior surra na última quinta-feira (5), após ser acusado de se masturbar na casa de uma cliente em Brumado.

O fato aconteceu próximo à Escola Élcio José Trigueiro, no Bairro São José. De acordo com as informações apuradas pelo site Achei Sudoeste, o homem foi contratado para realizar o serviço em um bar, porém o acesso ao local era por uma residência ao lado.

A passagem foi permitida pelos vizinhos. Apesar da boa vontade, em um determinado momento, a dona da casa e sua filha flagraram o profissional da construção civil em plena prática do ato libidinoso. As mulheres reagiram e atacaram o pedreiro com uma faca de cortar pão.

O irmão da proprietária também reagiu e desferiu socos e pontapés contra o acusado, que conseguiu fugir deixando as ferramentas para trás. Uma queixa foi prestada na delegacia, onde as reclamantes entregaram as ferramentas do pedreiro. A polícia não forneceu detalhes sobre o corrido, alegando que o caso corre em sigilo de investigação

Informações Achei Sudoeste