Um movimento em massa nas redes sociais dos funcionários da área calçadista do município de Itororó e Bandeira do colônia Distrito de Itapetinga, repudia a ação desastrosa do Sindicato de verdade, sindicato esses que deveria atender aos anseios de seus filiados, está indo contra os interesses dos trabalhadores que é manter seus empregos e geração de novos postos de trabalho.

Segundo os funcionários a insatisfação se deu após o Sindicato de Verdade ir contra a diretoria da Empresa calçadista Lia Line, nos dias 11 e 12, proferindo em frente a empresa palavras de baixo calão, ameaças, juntando uma série de agressões verbais, onde resultou um chateamento dos empresários que resolveram cancelar cerca de 150 admissões e repensar sobre a permanência da empresa na cidade.

A Lia Line gera cerca de 1800 empregos entre os diretos e indiretos na região, e sua permanência depende muito dos acordos entre patrão/funcionário e sindicato, sempre na forma do diálogo, coisa que o Sindicato de Verdade não tem feito.

Temendo prejuízos maiores como a perda de vossos empregos, os funcionários da Empresa Lia Line recebem apoio de amigos e familiares para impedir que o Sindicato continue com essa afronta descabida para que tudo volte ao normal, com as contratações e uma estabilidade da empresa, e concerteza apartir daí uma maior valorização dos seus profissionais.

IsrraelDamaceno/ItapetingaNotícias