Evelin Gabriele disse que não quer mais voltar a escola. A polícia vai continuar investigando o caso

Os dias de angústia e desespero chegaram ao fim, com um desfecho feliz, para os familiares da adolescente Evelin Gabriele da Silva de Andrade, de 13 anos. A menina voltou ontem (07) para a casa da avó paterna, no bairro Urbis, em Ilhéus, onde mora. Mas o caso ainda “cheira” a mistério.

Evelin ainda não contou onde ficou durante esses dias em que estava sumida. Ela saiu de casa na última segunda-feira (04) para estudar e não retornou. A garota não chegou, sequer, a ir na Escola Heitor Dias, na Avenida Canavieiras, no centro de Ilhéus.

Demonstrando estar muito assustada e com medo, a adolescente só tem uma certeza: não quer voltar para a escola. Segundo informações, Evelin chegou a enviar um áudio pedindo ajuda, no período em que ficou sem dar notícias, mas não citou o local. A polícia deverá prosseguir com as investigações.

Verdinho