Uma ação ocorrida no fim da manhã deste sábado 18/08, na Alameda do centro de Itapetinga, deixou a população revoltada por conta de supostos excessos da Guarda Civil Municipal ao cumprir a lei municipal do código de postura, que proíbe vendedores ambulantes, estacionar veículos e carrinhos de mão nas vias públicas e calçadas, dos trechos mais movimentados do centro da cidade.


A população aplaude o código, pois organiza o comércio da cidade, mas repudiaram o ato feito nesta manhã após a Guarda remover uma carrinho de lanche de um ambulante que insistia em permanecer no local. A Guarda conduziu a mercadoria e o ambulante para o complexo registrou um boletim e liberou o vendedor e devolveu a mercadoria.

Para vários integrantes da Gestão do Prefeito Rodrigo Hagge, a ação não teria necessidade de recambiar o material de trabalho do cidadão, mas multa-lo, pois ele já teria sido informado e ainda insistia em permanecer, há outras formas de evitar tais transtornos. Aos que conhecem o Prefeito, sabem que não é dessa forma que a atual gestão trata os trabalhadores, esse ato isolado não comunga com a forma de gestão do prefeito Rodrigo Hagge e com certeza providências serão tomadas, para uma nova forma de cumprir a lei.