Um velório aparentemente inusitado aconteceu no último sábado 12/01, no município de Itapetinga, Médio Sudoeste baiano. O que era pra ser um velório comum igual o de todos, com muito silêncio, choros e consternação, repentinamente tornou-se em muito xote, forró e arrasta pé.

Resultado de imagem para zé mendes sanfoneiro

É que o falecido era sanfoneiro arretado e quando em vida teria pedido tal velório, ao som de sanfona, triângulo e zabumba, pedido irrecusável pelos colegas da arte musical. Zé Mendes faleceu na sexta-feira 11, após sofrer um infarto na rua Macarani centro da cidade, ele era um forrozeiro e tanto, bastante conhecido em Itapetinga e no meio artístico regional, trabalhou por muitos anos com o forrozeiro Edgar Mão Branca.

Isrrael Damaceno/ Itapetinga Notícias