Por Davi Ferraz/ Sudoeste Hoje

No intuito de desqualificar a administração do prefeito Rodrigo Hagge (MDB), o vereador Diego Rodrigues, conhecido por ‘Diga Diga’, foi até o município de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador, em busca de supostas irregularidades em uma empresa que havia vencido um pregão realizado pela Prefeitura de Itapetinga, para locação de veículos.

Convencido de que havia alcançado o seu obcecado objetivo, o vereador Diga Diga falou além da conta em rede sociais, blogs, rádios e na tribuna da câmara, desferindo ofensas e xingamentos contra os titulares e sócios da empresa, além de atacar raivosamente o prefeito Rodrigo Hagge, de quem se tornou desafeto desde a sua expulsão da base governista, como “criador de problemas”.

Além de ofender, caluniar e difamar os empresários e o prefeito Rodrigo Hagge, divulgando fotos e vídeos feitos em outro município onde não tem prerrogativas, o vereador Diga Diga exagerou na dose e citou nomes de pessoas que não têm qualquer envolvimento nas suas denúncias, o que causou revolta e indignação.

Como a ‘lei do retorno’ não perdoa a quem leva a vida batendo nas pessoas a torto e à direita, a resposta veio a galope, com uma saraivada de processos movidos contra o vereador, nos âmbitos cível e criminal

Segundo informações, outras ações já estariam sendo preparadas para serem protocoladas da justiça, inclusive por uma Igreja Evangélica que também foi injustamente difamada pelo vereador, que a incluiu no seu rol de denúncias sem fundamento.

Todos os processos correm na comarca de Simões Filho, a cerca de 550 km de Itapetinga, onde o vereador deverá comparecer a todas as audiências designadas pela Justiça, devidamente acompanhado de advogado. Confira abaixo processos ajuizados: