Após cometer a cusparada em um cidadão durante a sessão da Câmara de Vereadores no dia 11 de Setembro, o vereador Diego Rodrigues (Diga Diga), deve no mínimo se retratar com o cidadão em que ele teria agredido como também pedir desculpas a toda população Itapetinguense pelo ato nojento, desrespeitoso e que foge totalmente da ética, principalmente por um homem que se diz representante do povo.

O ato de cuspir no rosto do cidadão não somente agrediu uma única vítima, mas toda população de Itapetinga, pois se sentiu cuspida representada na pessoa de Moisés Prado.

Poderia ter sido qualquer outro eleitor/cidadão vítima do cuspidor, um ato repudiante e que teve uma decisão justa da Mesa Diretora da Câmara e dos Vereadores em afastar o Edil naquele momento, cumpriu o desejo de toda população.

As brechas da lei pode até dar direito ao seu retorno como aconteceu, mas nunca limpará a cusparada marcada na face do cidadão Itapetinguense.