A Secretaria de Saúde de Itapetinga está organizando um mutirão de cadastramento para atender à demanda da nova forma de financiamento do SUS. A partir de abril, o repasse de recursos do governo federal levará em conta o número de pacientes cadastrados nas unidades de saúde.

Por isso, a partir desta segunda-feira, 9, cerca de 45 agentes de saúde voluntários serão destinados às áreas descobertas – como os bairros Recanto da Colina, Quintas do Sul, Vila Érica, além dos residenciais, Cassiano Gonçalves, Neto Fernandes, José Ivo e 12 de Dezembro – para visitar a população e fazer ou atualizar o cadastro de cada morador.

O objetivo é cadastrar 25.000 novos pacientes para ultrapassar a meta ministerial que estipulou ao menos 4 mil pacientes por PSF.

“Sendo a atenção primária em saúde a matriz central do SUS, qualquer alteração no seu financiamento causa preocupação. Mas estamos certos de que conseguiremos atingir a meta estipulada para receber os recursos. Estamos com um planejamento estruturado e uma equipe organizada para o cadastramento. Pedimos à população que receba o agente de saúde. O atendimento é rápido, basta a apresentação do CPF, RG e Cartão do Sus”, falou o secretário Hugo Sousa ao lembrar que todo cidadão deve se cadastrar, mesmo aqueles que tenham plano de saúde.

Ascom-PMI www.itapetinga.ba.gov.br