Nesta terça-feira, 17, a Secretaria de Educação se reuniu com os pais dos alunos da escola Anísio Teixeira. O objetivo era dividir com eles informações e decisões acerca de uma necessária obra no terreno.

Por baixo da escola, passa uma adutora antiga com registros de rompimentos em seu entorno. Para prevenir problemas dentro do prédio escolar, o prefeitura vai iniciar uma obra que reconstrua a adutora e isole o local por onde ela estiver instalada.

O projeto determina, então, mudança da cozinha e do depósito e readequação dos espaços. A previsão é que o serviço dure cerca de 120 dias.

Durante a execução da obra, os alunos serão remanejados. A secretaria ofereceu duas opções para que as aulas sigam sem prejuízos: no prédio do Tiro de Guerra ou onde funcionava o Colégio Agro Industrial. Democraticamente, os pais votaram e, por 42 votos a 5, decidiram que os alunos seriam instalados no prédio do extinto colégio estadual.

Ascom-PMI www.itapetinga.ba.gov.br