:: ‘paralisação’

Uesb emite nota com decisões diante da pandemia do coronavírus

Diante do atual cenário social e do reconhecimento da disseminação da Covid-19 como uma pandemia, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a Reitoria da Uesb emite uma nota oficial com esclarecimentos e orientações válidas para a comunidade dos três campi da Instituição. As medidas listadas passam a valer a partir da próxima segunda, 16.

Conforme a nota, as atividades de ensino de graduação e pós-graduação, administrativas e institucionais estão mantidas, “seguindo as orientações das autoridades médicas, como a Sociedade Brasileira de Infectologia/Associação Médica do Brasil, das autoridades sanitárias, como a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), e em linha com o entendimento adotado pela grande maioria das universidades públicas brasileiras”.

A Reitoria destaca ainda que essa decisão poderá ser alterada, a qualquer momento, em função de possíveis modificações no cenário atual de propagação do coronavírus ou por novas avaliações das autoridades médicas e sanitárias do Brasil e da Bahia.

Atividades especiais suspensas – No prazo mínimo de 30 dias, a Reitoria suspende algumas ações dentro da Universidade, como congressos, simpósios, encontros acadêmicos, que envolvam previsão de público acima de 100 pessoas; solenidades de colação de grau para concluintes dos cursos de graduação; aulas práticas ou aulas de campo em municípios diferentes do campus sede do curso; e atividades de extensão dirigidas especificamente à população com idade acima de 60 anos.

Na próxima segunda, 16, às 15 horas, o Fórum dos Reitores das Universidades Estaduais da Bahia se reunirá com a Secretaria da Educação (SEC) e com a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) para tratar especificamente das avaliações médicas e sanitárias a respeito da propagação do coronavírus na Bahia e seus impactos no desenvolvimentos das atividades de ensino no estado. O encontro contará também com a presença de instituições federais de Ensino Superior com atuação na Bahia e, também, de instituições particulares.

Confira a nota na íntegra, na qual é possível ainda saber mais sobre o processo de transmissão do coronavírus e ficar atento aos cuidados individuais básicos de prevenção.

BA-263 Itapetinga: Paralisação de Caminhoneiros no trevo da Azaléia continua firme

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e atividades ao ar livre

O grupo de caminhoneiros paralisados na altura do trevo da Vulcabrás/Azaléira na BA-263 em Itapetinga, está no seu terceiro dia em ocupação da rodovia e declaram que irão sair somente após acordo convincente vindo do Governo nacional, tendo a redução dos preços dos combustíveis.

O caminhoneiros estão na rodovia desde a manhã de quarta-feira 23/05, mesmo com pouco apoio de supostos parceiros, o grupo continua firme na paralisação.

A imagem pode conter: céu, motocicleta e atividades ao ar livre

Ao som de paredão com muita musica e bate-papo, a classe vai vencendo os dias e noites na localidade, foi improvisado cozinha, toldos, mesa e assentos.   Na via está sendo impedido a passagem apenas de caminhões e caminhonetes,  já os carros de passeio, motos e ônibus, estão liberados.

As cidades do médio sudoeste já sentem o efeito do desabastecimento, postos de combustíveis alguns fechados, supermercados com poucas mercadorias, se a paralisação estender por pelo menos mais três dias, vai faltar completamente o alimento na mesa das famílias de Itapetinga e Região.

Para a maioria dos brasileiros o movimento é necessário, o país precisa acordar e deixar de  ser extorquido por corruptos, os aumento desenfreado dos tributos é a principal causa das mazelas.

IsrraelDamaceno/ItapetingaNotícias